MUSICOTERAPIA - Você Sabia?!

MUSICOTERAPIA - Você Sabia?!

A Musicoterapia é uma terapêutica que visa, através de seus componentes – ritmo, melodia e harmonia -, colaborar no tratamento de distúrbios de natureza orgânica, psíquica, emocional e cognitiva. Seus efeitos tendem a agir no âmbito da interação social, das relações interpessoais, da transmissão de informações, do conhecimento, da criatividade, entre outros.



Uma Profissão 

A Musicoterapia só pode ser realizada por um profissional graduado em Musicoterapia. Ela não é uma terapia alternativa como muitos pensam!! É uma intervenção terapêutica não-verbal, cujo objeto formal de estudo é o comportamento sonoro do indivíduo.

As sessões podem ser individuais ou em grupo, uma ou duas vezes por semana; tudo irá depender do objetivo proposto para o processo terapêutico. Antes de iniciar o tratamento, o paciente irá passar por algumas etapas de diagnóstico como: 

Entrevista inicial – onde obtemos informações para o tratamento sobre “a história sonora” do paciente e a “Queixa Principal” .

Ficha Musicoterapêutica – onde colhemos dados sobre o mundo sonoro-musical do indivíduo, desde sua vida intra-uterina, suas preferências e recusas sonoras e musicais.

Testificação Musical onde colhemos dados da manifestação sonoro-musical do paciente (o paciente irá tocar ou manipular o instrumento como desejar e qual desejar).

Teste projetivo sonoro musical – onde verificamos a reação do paciente em relação a determinadas músicas / sons, com significados simbólicos pré- estabelecidos. Também avaliamos as capacidades e habilidades corporais, motoras e cognitivas do paciente antes de concluir o diagnóstico inicial. 

Esta também trabalha interagindo com diversos profissionais como: psicólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais, fonoaudiólogos, etc.

A musicoterapia melhora a qualidade de vida e atende as necessidades de crianças e adultos com deficiências ou doenças. Essa atividade é exercida por um profissional legalmente formado em musicoterapia, o musicoterapeuta. 

E pode ser aplicada para:

• promover o bem estar
• gerenciar o estresse 
• aliviar a dor 
• expressar sentimentos 
• melhorar a memória 
• melhorar a comunicação 
• promover a reabilitação física 
• melhorar a socialização 
• melhorar a qualidade de vida 

Quais as doenças que o método pode curar?

A Musicoterapia, sendo uma terapia complementar, pode tratar várias patologias exceto a eplepsia musicogênica.

Veja algumas aplicações da Musicoterapia: 

Educação especial 
Reabilitação 
Psiquiatria 
Geriatria 
Obesidade 
Depressão 
Fobia 
Ansiedade 
Stress 
Patologias 
Dificuldade de aprendizagem 
Acompanhamento às mães e pais no pré-natal; método “mãe canguru” 
Estimulação essencial com bebês em escolas, creches e outras instituições 
Atendimento em escolas para crianças com T.D.H (hiper-atividade) 
Atendimento a deficientes mentais e sensoriais; 
A.V.C. (derrame) 
Clínicas e hospitais na área da saúde mental 
Assistência a deficientes em instituições de reabilitação 
Empresas como prevenção, favorecendo melhor desempenho dos funcionários 
Spas – auxiliando a redução de ansiedade.






FONTES: 
www.infoescola.com
https://musicaeadoracao.com.br
https://biosom.com.br

Postar um comentário

0 Comentários